Após paralisação de monitores, Secretaria diz que vai se reunir com terceirizada

Após a paralisação feita pelos monitores de ressocialização que atuam no Conjunto Penal Masculino, do presídio Lemos de Brito, na Mata Escura, em Salvador, a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), disse que irá tentar resolver o impasse.

A manifestação aconteceu na manhã desta terça-feira (15) e, conforme a Seap, será realizada uma reunião entre a Empresa Socializa e o Sindicato dos Monitores de Ressocialização, com apoio da Procuradoria Geral do Estado (PGE).

Na quarta (16), conforme a Seap, está prevista uma audiência na Superintendência Regional do Trabalho (SRTE) e o estado, apesar de não ser parte no processo, será representado pela PGE.

Nesta manhã, os funcionários paralisaram as atividades pelo não pagamento de uma convenção salarial assinada em agosto do ano passado. Por conta do protesto, as visitas foram suspensas na ala masculina do presídio.

Fonte: Varela Notícias

Deixe uma resposta

Fale conosco

Endereço: Praça Pedro Rabelo de Matosnº 08, Centro, Paripiranga (BA)

Fone: (75) 3279-2135

Anuncie

Anuncie sua marca na rádio e no site. Entre em contato.

Participe via whatsapp

(75) 99814-7184