Ex-presidente peruano deixou carta: “Deixo meu corpo como uma amostra do meu desprezo aos meus adversários”

“Alan García não tem por que sofrer essa injustiça e esse circo”, diz a carta

Alan García, ex-presidente peruano que tirou a a própria vida ao receber voz de prisão, deixou uma carta onde afirma que não tem motivos para “sofrer essa injustiça e esse circo”. No documento, Garcia afirma que seu corpo é o desprezo que ele deixa aos adversários:

“Vi outros desfilarem algemados, guardando a sua miserável existência, mas Alan García não tem por que sofrer essa injustiça e esse circo, por isso deixo aos meus filhos a dignidade das minhas decisões, aos meus companheiros um sinal de orgulho, e o meu corpo como uma amostra do meu desprezo aos meus adversários, porque já cumpri a missão que me impus”.

A carta foi lida por por Luciana García Nores, uma das filhas do ex-presidente, durante o funeral. Garcia atirou contra a própria cabeça ao receber a visita de policiais e um promotor que lhes deram voz de prisão. Ele foi encaminhado a atendimento médico, mas não resistiu ao ferimento.

 

FONTE: Varela Notícias

Deixe uma resposta

Fale conosco

Endereço: Praça Pedro Rabelo de Matosnº 08, Centro, Paripiranga (BA)

Fone: (75) 3279-2135

Anuncie

Anuncie sua marca na rádio e no site. Entre em contato.

Participe via whatsapp

(75) 99814-7184