Mulher que nasceu sem útero engravida após transplante; procedimento custou cerca de 58 mil dólares

Canadense foi diagnosticada aos 16 anos com uma doença rara, conhecida como Síndrome de Rokitansky ou MRKH, no qual pessoas não menstruam e nem podem engravidar.

Uma mulher que nasceu sem o útero conseguiu engravidar dois anos após ter feito o transplante do aparelho reprodutor. A canadense foi diagnosticada aos 16 anos com uma doença rara, conhecida como Síndrome de Rokitansky ou MRKH, no qual pessoas com a doença não menstruam e nem podem engravidar.

Segundo o jornal inglês “Daily Mail”, em 2017 a jovem se submeteu a um transplante raro na Universidade Médica Baylor, no Texas. Por três vezes os médicos tentaram, sem sucesso, inseminar o novo útero.

Em janeiro de 2019 a canadense se tornou a primeira mulher na história dos Estados Unidos a conseguir engravidar. De acordo com o site o procedimento teria custado cerca de 58 mil dólares- equivalente a 229 mil reais.

Para realizar o sonho da maternidade, ela e o marido se mudaram para os Estados Unidos. “Nós deitamos na cama e sonhamos com o seu rostinho e ficamos imaginando com quem ela vai se parecer. É muito empolgante. É um sonho que se realizou”, afirmou a nova mamãe.

 

FONTE: Varela Notícias

 

 

Deixe uma resposta

Fale conosco

Endereço: Praça Pedro Rabelo de Matosnº 08, Centro, Paripiranga (BA)

Fone: (75) 3279-2135

Anuncie

Anuncie sua marca na rádio e no site. Entre em contato.

Participe via whatsapp

(75) 99814-7184