UNIÃO DOS CAMINHONEIROS DO BRASIL AFIRMA QUE FARÁ NOVA PARALISAÇÃO DEPOIS DO FERIADO DA INDEPENDÊNCIA

A lei que estabeleceu a nova política de frete prevê revisão dos pisos mínimos caso o combustível tenha oscilação superior a 10%, para acomodar o aumento de custos dos caminhoneiros. Ainda de acordo com o jornal, a entidade reclama da falta de fiscalização nas estradas pela ANTT. A UDC pede mais fiscais e postos de fiscalização que obriguem às transportadoras a cumprirem a tabela mínima do frete.

A possibilidade de uma manifestação perto das eleições, no entanto, já era ventilada dias após a paralisação de onze dias em maio, como forma de pressão política.

Fonte: todabahia.com.br

Deixe uma resposta

Fale conosco

Endereço: Praça Pedro Rabelo de Matosnº 08, Centro, Paripiranga (BA)

Fone: (75) 3279-2135

Anuncie

Anuncie sua marca na rádio e no site. Entre em contato.

Participe via whatsapp

(75) 99814-7184